Hospital Eládio Lasserre debate papel da Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional

Terapia nutricional e aspectos relacionados ao controle de protocolos e de gestão foram temas da atualização O Papel da Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional (EMTN), realizada nesta segunda-feira (17), no Hospital Professor Eládio Lasserre (HPEL), em Cajazeiras.

Na ocasião, médicos, enfermeiros, nutricionistas, fonoaudiólogos, farmacêuticos e assistentes sociais que atuam na EMTN da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) discutiram, além da importância da terapia nutricional, o papel de cada profissional e a utilização de ferramentas que garantem o registro do planejamento, procedimentos e evolução das condutas adotadas pela equipe.

“Esta equipe multidisciplinar assegura que o paciente que esteja internado no hospital permaneça bem nutrido ou, se houver desnutrição, que seu quadro não evolua. Para isso, a equipe cuida das dietas industrializadas orais, assim como as feitas por sondas e através das veias”, explica o coordenador médico da EMTN, André Estrela.

Entre outras atividades, ao nutricionista, cabe elaborar uma dieta para o paciente conforme o seu grau de nutrição. Ao enfermeiro, é importante cuidar da manutenção dessa dieta e monitorar as reações do paciente, enquanto o farmacêutico é responsável pela elaboração dos produtos que são ofertados na dieta parenteral – através da corrente sanguínea.

Entre as ocupações do fonoaudiólogo, por sua vez, está a de auxiliar o paciente com dieta oral a deglutir melhor e sem risco. Já o assistente social se encarrega de capacitar e orientar a família daqueles pacientes que recebem alta do hospital e precisam utilizar a dieta suplementar em casa.

“É muito importante debatermos e ampliarmos a importância da terapia nutricional junto à equipe multidisciplinar. Isso garante uma recuperação mais rápida do paciente e, consequentemente, diminui seu tempo de permanência na unidade”, afirma a nutricionista e participante da atualização, Dayanne Guimarães.

Capacitações

Ainda na segunda-feira, o HPEL promoveu uma capacitação para os colaboradores da unidade através do Núcleo de Segurança do Paciente, com base na Política de Humanização (HumanizaSUS).

Dividido em duas etapas, o treinamento reuniu, na primeira parte, colaboradores de enfermagem, agentes de transporte interno e higienização, além de auxiliares administrativos, porteiros e recepcionistas.

Já na segunda etapa, a capacitação teve como público alvo os agentes de transporte interno. O evento teve como objetivo aprimorar a qualidade do atendimento ofertado aos usuários e pacientes, com foco no acolhimento humanizado.

 

 

Fale Conosco

Rua Lucaia, Edf. Professor Jorge Novis – Sobreloja, Sala 501, n° 337, Rio Vermelho – Salvador, Bahia